Na mira da Viúva Negra - 1


Olá prrra vocês. Eu ser a Viúva Negrrra e estar aqui parrra contar minhas histórrrrias no grrrupo chamado de os Vingadorrrres. Estarrrei em uma coluna próprria substituindo as férrrias de Lois Lane, aquela chatonilda que não entende de ação e sordidez como eu conhecerrr. No fundo darrrá no mesmo, pois ambas são estrangeirrras, falarr mal português e achar o Brazil um país de arrrraque.

Pois bem, meu nome verrrdadeiro é Natalia Alianov Romanoff, ou Natasha Romanoff parrra os íntimos. Porrrrém pelo meu nome de guerrra não pensem que existem muitos íntimos non, sou como a aranha eliminando meus parceirrros. Sou da Union Soviética – Sim, non me venham com historrietas que ela non existir mais que arrebento-lhes a fuça. Non falo bem português , mas editorrres nem ligarr quando mostro esses peitos rrrruivos. Sim, veja de perrrto e saberrrrás.

Fui contrrratada parrra contarr minhas aventurras no melhorr grupo do mundo: Molejo Vingadores! – O Gavião estarrr aqui a me atrrrapalhar, ora bolas, ficarrrá sem as suas se não parrrar.

Hoje contarrrei como adentrrrei neles. Sim, a palavra é essa, daquele grupo só non copular com Thor, cismo que ele é drag. Pois bem, o péla-saco do Capitão amérrrrica me convidar pro grupo dizendo que o prrrróprrrio homem de ferrrro me indicarr, porrrém o que ele não saberr é que na noite anterrior eu e o Tony Stark demos uma bimbada forrrte e certamente errra disso que o falastrrrão estava a me elogiarrr no barrr parrra grrrupos fantásticos dentro do prrrrédio Baxterrr. E foi aí que eu me estrrrrepei legal.

Ultron havia aparecido e estava a reclamarrr que seu pai Hank Pym não lhe pagarrr pensão alimentícia, nem lhe reconhecerr herdeirrro. Ele estrava destruindo Nova Yorrrrk por diverrrsão quando o Thor veio me chamarrr para lutarrr. Eu estava de pileque, passei a manhã virando todas com o Jarvas que se mostrrrrou ótimo com Vodka. Eu estava tonta, mas a Lady Gagá me levantarrr com força do tipo non saber como tratarr uma mulherrr. Desesperrrada parrra non irr parrra missão mostrei lhe os peiton, mas ele tapou os olhos e gritava sem pararr: “Por Odin, por Odin!!”. Baitola!

No campo de batalha o Hulk distribuía sopapos na cara de todos robôs capangas. Não ficarrr um de pé. Os outrrros Vingadorres também mandavam bem e eu... Bem, eu fiquei lá parrrada que nem uma barata tonta. Saquei minha magnum, mas o que pode uma arma fazerrrr contra um batalhão de robôs. No final vencemos, mas eu servi de peça figurrrrrativa. Ainda ganhei um tapa na bunda do Homem de Ferrrro. Ninguém merrece.


Viúva Negra, a ruiva.

1 comentário

Bezerrinha em 3 de maio de 2012 15:15

Massa, mas prefiro minha amiga Lois u.u

=**